Destaque

POLÍCIA CIVIL DE BASTOS IDENTIFICOU AUTOR DE ATROPELAMENTO OCORRIDO DIA 19 DE MAIO

5/28/2019 Jornal Evolução 0 Comments

A vitima não resistiu 



No final da noite de domingo, dia 19 de maio de 2019, um indivíduo foi encontrado caído na rua Antônio João, Vila Matadouro, nesta cidade.


Em razão de apresentar ferimentos foi socorrido pela ambulância até o Pronto Socorro do hospital local, onde veio a óbito logo em seguida. 
Local onde aconteceu o atropelamento 


A Polícia Civil foi acionada e imediatamente os Investigadores de Polícia do Setor de Investigações Gerais da Delegacia de Polícia de Bastos iniciaram as diligências visando esclarecer o que de fato teria ocorrido.


As lesões encontradas no corpo da vítima eram compatíveis com
atropelamento e no local onde ela havia sido localizada os Policiais Civis apreenderam pedaços que provavelmente seriam do veículo envolvido.


Após o desenvolvimento de várias diligências, num brilhante trabalho de inteligência e investigação, os Policiais Civis identificaram o veículo e o respectivo motorista.


Durante a perícia foi confirmado que as peças encontradas no local do atropelamento se encaixavam perfeitamente no referido veículo.

Peça do veículo que ajudou na identificação do condutor. 


G.J.I., 36 anos, casado, motorista, foi indiciado pela prática de homicídio culposo na direção de veículo automotor, com pena agravada em razão de ter deixado de prestar socorro à vítima e poderá ser condenado a pena de detenção de até 6 (seis) anos.


O Delegado de Polícia Sandro Resina Simões uma vez mais destacou a celeridade e eficiência do trabalho executado pelos Policiais Civis Nei, Nilton, Galego, Antônio, Maran, Jaqueline, Nelson, Marcos e Evandro, todos lotados na Delegacia de Polícia de Bastos: “Equipe brilhante de Policiais Civis, absolutamente comprometidos com o exercício de suas funções, que habitualmente da pronta resposta a comunidade bastense no enfrentamento da criminalidade, esclarecendo a autoria das infrações  e coletando provas que proporcionam a responsabilização penal dos criminosos”.

0 comentários: