Bastos
Publicada em 08/06/17 as 10:25h - 358 visualizações
Governo Manoel Rosa - Como foi o início de mandato do novo prefeito?

Sistema Evolução de Comunicação

Link da Notícia:

 (Foto: Sistema Evolução de Comunicação)
O atual prefeito de Bastos, Manoel Ironides Rosa (PMDB), completou os seus primeiros quatro meses de governo à frente da Prefeitura Municipal e iremos mostrar seus principais desafios e conquistas nesse período. Foram mais de 100 dias de administração. Será que muita coisa mudou? Confira a entrevista na íntegra. 


Evolução: Quais foram os principais desafios nestes primeiros 100 dias de governo? 


Manoel: O primeiro desafio é conhecer a realidade que a gente enfrenta, e a realidade que conhecemos nos primeiros dias preocupante, em virtude da condição econômico - financeira da prefeitura e em relação à situação que o Brasil está vivendo. Se você comparar as receitas dos municípios no ano de 2017 com o mesmo período de 2016, nós estamos tendo uma retração. E a primeira reação é ver essa realidade e redefinir metas para poder alcançar. Na campanha definimos 40 metas de governo para os próximos quatro anos e vamos fazer questão de cumprir todas. 


Evolução: E as principais metas da sua gestão para esses primeiros meses? 


Manoel: O primeiro objetivo foi fazer contenção de gastos, então reduzimos o número de secretarias e o número de nomeações de cargos de secretários e com isso conseguimos uma economia visível, nos primeiros meses. Em alguns setores mudamos o jeito de gestão como no almoxarifado municipal e nesses primeiros três meses de 2017, mesmo fazendo toda a manutenção da frota da forma que é para fazer com seriedade, nós conseguimos uma economia de R$ 148.000,00 na manutenção da frota do município, comparado com 2016. Estabelecemos critérios para regime de compras, revimos alguns contratos que a prefeitura tinha, tentando trazê-los em valores mais reais com aquilo que estamos vivendo hoje e reduzindo despesas. Feito esse processo agora estamos implantando novos processos de economia para podermos passar por este primeiro ano. As nossas metas começaram a serem cumpridas por secretarias, por exemplo: na Educação fizemos o contrato de um convênio com o SESI e a partir deste ano todas as crianças da rede municipal de educação, creche, pré-escola e primeiro ano são alunos do SESI. 


Queremos que as crianças de Bastos tenham acesso à educação de primeiro mundo, por isso investimos nesta parceria. Melhoramos sensivelmente a qualidade da merenda escolar, oferecendo inclusive café da manhã para as crianças, melhoramos os transportes escolares, recuperamos e até o próximo mês estaremos recebendo dois ônibus de transporte escolar 0 km que compramos no mês retrasado. 



Desde do primeiro dia de mandato, fizemos uma busca incansável para deixar a cidade com uma aparência melhor, realizando o mutirão de limpeza, fazendo podas de árvores, roçamento, capinação de calçadas, tapa-buracos e em um segundo momento agora, iremos entrar na segunda etapa: pintura de sinalização de solo, implementação de equipamentos sociais nas praças em que fizemos as primeiras limpezas, conservação dos rios que passam pela cidade e a canalização dos córregos.



Evolução: Prefeito, além da falta de investimentos, qual são os maiores desafios deste governo? 


Manoel: Ajustar a engrenagem do município, sendo que assumimos com uma ferramentaria de trabalho muito sucateada. Motivar os nossos servidores, que são os nossos principais parceiros e, embora estejam há anos sem reajuste, continuam motivados a realizar o serviço público. A gente quer realmente que todos, desde do prefeito até o mais simples, tenham em mente que estamos aqui para servir a comunidade. 



Evolução: Existe uma previsão para o reajuste do salário dos funcionários? 



Manoel :Para este ano infelizmente não. Fizemos o reajuste do salário mínimo, implantação do piso nacional de salário para os educadores e chegamos no limite do limite da folha de pagamento, então nós não temos de onde tirar margem para reajuste neste momento.



 Evolução: Um dos projetos que seriam questão de honra, quando ainda estava em campanha, é o término do anfiteatro, já existe previsão de entrega da obra? 



Manoel: A nossa vontade é fazer o máximo de empenho para concluir aquela obra até o aniversário da cidade, no mês de junho, e estamos trabalhando para isso. Iremos não apenas retomar essa obra, mas outras que estão paralisadas também e dentre essas a do Paço Municipal. Ali não temos dinheiro, temos de buscar esse recurso e, entre este ano e o ano que vem, entregar o Paço para a comunidade. 



Evolução: Foi realizada a Festa do Peão, e em relação à Festa do Ovo, existem projetos de melhoria do recinto de exposições? 



Manoel: O recinto é de propriedade da Secretaria Estadual de Agricultura. Eu estive em reunião com o secretário, Dr. Arnaldo Jardim, e fizemos uma solicitação para que o Estado dispusesse aquele bem para a prefeitura. Porque aí poderemos fazer os investimentos que precisam ali. Para se ter uma ideia, foi pedido desde 2015 um banheiro e não se conseguiu fazer, e dificilmente o Governo do Estado vai investir ali... Para este ano temos uma previsão de mexer na pintura, no piso e nos portões, que estão muito frágeis - e antes da Festa do Ovo pretendemos realizar em linhas gerais um trabalho pequeno e nos próximos anos investimentos maiores. 



Evolução: Os shows da Festa do Ovo atraem muitas pessoas e movimentam o comércio local. O senhor pretende investir em boas atrações? 



Manoel: Estamos buscando uma parceria com o Ministério do Turismo para que possamos oferecer uma grade de shows com um nível que possa atrair toda a região para Bastos. O Município não tem recursos próprios para fazer grandes eventos e grandes contratações. Estamos esperançosos que seremos atendidos ainda para a Festa do Ovo deste ano.



Evolução: E como você avalia esses primeiros meses de governo? 



Manoel: A gente luta para agradar o máximo de pessoas; sabemos que não podemos agradar a todos, mas acredito que nosso governo tem agradado à grande maioria da população. Estamos fazendo investimentos, por exemplo: na zona rural, deixando as estradas com o melhor nível de trafegabilidade possível; na Educação, fizemos investimentos que jamais foram feitos na história de Bastos; na Assistência Social, mudamos de prédio para dar melhor condição de atendimento, em um prédio que fica aberto das 8 da manhã às 5 da tarde, sem fechar para o almoço. Compramos um novo carro funerário, foi retomado o curso da escola de beleza, o CRAS está crescendo, estamos repassando recursos público para as entidades executarem seus projetos e isso tudo não vinha sendo feito em Bastos.


Ampliamos em 50% a quantidade de cestas básicas distribuídas para as famílias que precisam, na área de serviços a cidade está tendo um novo visual, na área de Saúde, para se ter uma ideia neste primeiro trimestre  a média de gastos com a compra de medicamentos chegou em torno de 95 mil reais por mês. 


Ampliamos o quadro de servidores no pronto-socorro municipal, conquistamos emendas parlamentares na ordem de 900 mil reais, que serão em sua maioria destinados para a saúde e reforma do pronto-socorro. No Esporte, realizamos o Campeonato Varzeano de Futebol Society, que não havia em Bastos, com a participação de 14 times. 


Existe a liberação no Mistério do Esporte de um investimento de mais de 600 mil reais para reforma das praças esportivas ainda neste ano. No planejamento as obras paralisadas estão sendo retomadas e estamos fazendo um planejamento urbano na cidade, incluindo a melhoria no trânsito. 


Os conselhos municipais estavam todos desativados e estamos ativando. Na área de Agricultura, mudamos de prédio, saindo de um aluguel para economizar levando para o recinto de exposições, ampliando a rede de atendimento para o pequeno produtor. Enfim, Deus tem nos dado o caminho e a equipe está empenhada com o pensamento de servir melhor e mais. 


E você, o que acha do atual governo? Mande sua opinião, reclamação, elogio ou sugestão para jornalismoevolucao@ gmail.com ou para o WhatsApp (14) 99721-7253.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Hora Certa
Parceiros

Fan Page

Colunistas

Coronel Camilo


Raní de Souza

A Desconexão da Criança Com o Mundo da Leitura


Américo Ribeiro Magro

Licitações pública s e o ovo da serpente


Nelson Kobayashi Jr

O FECHAMENTO DA ESCOLA E O LABORATÓRIO QUE CRIOU A DOENÇA E VENDEU A VACINA.


Alexandre Taniguti

Meu melhor natal


(14) 99721 7253

Bate Papo

Digite seu NOME:


Publicidade Lateral
Copyright (c) 2017 - Sistema Evolução de Comunicação - Todos os direitos reservados